insta

Visualizações
Um blog sobre design e fotos para vinhos com case studies, tutoriais e dicas de vinhos, design e fotografia.

Navigation Menu

Breve História da Embalagem - Parte II

Depois da segunda guerra mundial, as residências sofreram grandes transformações. A geladeira, a televisão com seus anúncios, os eletrodomésticos e a onda de prosperidade que varreu o planeta fizeram o consumo explodir.
Os supermercados se tornavam cada vez maiores, e surgiram os hipermercados impulsionados pela popularização do automóvel que permitia levar grandes quantidades de compras para casa. Com isso, a embalagem sofisticou-se em todos os sentidos, e se diferenciou através de uma ampla gama de materiais, processos e tecnologias. 
Atualmente, vanguarda do sector aponta para as embalagens activas que aquecem, esfriam ou interagem com o produto, as inteligentes que desempenham funções programadas como acusar descongelamento ou perda de vácuo e indicar a temperatura ideal de consumo.
Código de Barras

A Smart Tag RFID (etiqueta de identificação por radiofreqüência), provavelmente irá substituir o código de barras e permitir que se passe com o carrinho cheio pelo caixa com um único “bip”, sem ter de registar cada produto individualmente, além de permitir o rastreamento avançado de todas as movimentações do produto desde o momento em que ele sai da fábrica. A nanotecnologia,vai dar contributo reduzindo custos, melhorando a performance dos materiais na resistência e proteção dos produtos e propiciando a criação de novas soluções. O conceito de “Inteligência de Embalagem” será adotado para cuidar da gestão deste importante ítem da actividade das empresas. Isto fará com que a embalagem passe a integrar o planejamento estratégico empresarial, fazendo com que a embalagem assuma um novo papel na gestão de  negócios.
QR Code ou Código QR

Os Atuais QR-codes ou código QR, um código de barras bidimensional com leitura feita através dos telemóveis e que já está em uso há algum tempo, pode conter todas as informações do produto, desde a morada, site, telefone, email do produtor e até, no caso dos vinhos, fichas técnicas e informações sobre comidas que harmonizam bem com o vinho em questão.
Cremos que, para atender os desejos dos consumidores e necessidades dos produtores e distribuidores, a embalagem continuará evoluindo através dos tempos.

0comentários: